Como está a situação dos aeroportos brasileiros no início de 2018

Redação Nãovoei.com
Redação Nãovoei.com - 5 de fevereiro de 2018
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Com o fim das férias e a proximidade do Carnaval, as pessoas viajam mais e isso faz com que a situação dos aeroportos possa se tornar um caos causando atrasos e até cancelamentos de voos. E nesse ano, em particular, o fim das férias coincide com o início do pré-Carnaval em várias cidades brasileiras, o que aumenta ainda mais o volume de pessoas entrando e saindo dos aeroportos.

O Brasil é o segundo país do mundo com mais aeroportos, ficando apenas atrás dos Estados Unidos. São 2.457 aeródromos registrados (pequenos, médios e grandes terminais). Desses, 589 são públicos. A Infraero administra 54, 4 funcionam sob autorização e 10 estão concedidos para a iniciativa privada.

Veja a situação dos aeroportos no Brasil e evite problemas no início deste ano

A Anac divulgou em 2017 dados sobre voos operados no Brasil. Vinte e um aeroportos foram selecionados para esse estudo (pelo menos um aeroporto de cada região do país).

Os aeroportos foram classificados de acordo com a pontualidade: voos pontuais ou com poucos minutos de atraso, voos atrasados por mais de meia hora, voos atrasados por mais de uma hora (sem limite de tempo para esse atraso) e voos cancelados.

[Inserir imagem do gráfico]

De acordo com o Relatório de Desempenho Operacional dos Aeroportos divulgado no dia 30 de janeiro pelo Ministério dos Transportes, o aeroporto de Curitiba obteve a melhor satisfação dos passageiros no últimos três meses de 2017.

Essa foi a primeira vez que a Secretaria Nacional de Aviação Civil do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação realizou a Pesquisa de Satisfação do Passageiro em 20 aeroportos brasileiros.

Além disso, existem outras dicas que você pode considerar, na hora de evitar problemas com os aeroportos, tornando a sua viagem bem mais tranquila. Confira.

Verifique a situação dos aeroportos no momento

Para evitar contratempos, verifique online como está a situação dos aeroportos. No site da Infraero, o passageiro pode verificar a situação dos voos por aeroporto ou empresa aérea pelo Mapa da Situação Operacional dos Aeroportos Administrados pela Infraero. As informações são atualizadas a cada cinco minutos.

O passageiro que deseja checar o status específico de um voo pode consultá-lo por meio do
Infraero Voos Online ou entrar em contato com sua companhia aérea.

Escolha outro aeroporto

Algumas cidades têm mais de um aeroporto para embarque e desembarque de passageiros. Quando for possível escolher entre um ou outro aeroporto de saída ou de destino, escolha aquele que tem menos ocorrências de cancelamentos, overbooking ou atrasos de voos.

Imagine que você tenha um compromisso de trabalho inadiável no local de destino. Um voo atrasado ou cancelado pode gerar uma grande dor de cabeça para você. Portanto, verifique sempre a situação dos aeroportos!

Os 10 maiores aeroportos do Brasil

Apesar de todas essas dicas, algumas vezes ainda podemos sofrer com imprevistos que acabam atrasando ou dificultando a nossa viagem. Por isso, quando estamos programando o voo é muito importante saber quais são os maiores aeroportos brasileiros, tentando entender como esse fluxo intenso pode (ou não) atrapalhar a sua programação.

Classificados quanto ao número de passageiros, seis aeroportos estão na região Sudeste e dois no Nordeste:

1º – Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo

Em 2016, o aeroporto recebeu 35,5 milhões de passageiros. Inaugurado em 1985, foi o primeiro da América do Sul a receber voos do Airbus A380, o maior avião de passageiros do mundo, da Emirates, na rota para Dubai.

Segundo o presidente do GRU Airport, Gustavo Figueiredo, entre 29 de dezembro de 2017 e 2 de janeiro de 2018, o movimento dos aeroportos em São Paulo deve chegar a 593 mil passageiros. Esse número é 14% maior que o registrado no mesmo período em 2016. Esse aumento foi impulsionado por ações como o anúncio de novas rotas, os reforços na alta temporada para destinos de turismo dentro do país e um segundo voo da Aeroméxico, justificou ele.

2º – Aeroporto de Congonhas, em São Paulo

Entre embarque e desembarque, o aeroporto recebeu 20,1 milhões de passageiros  em 2016. No mesmo ano, entre pousos e decolagens, registrou uma média de 582 movimentações diárias. Sua rota principal é a ponte aérea para o Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

3º – Aeroporto Internacional de Brasília

Recebeu 17,5 milhões de passageiros em 2016. É administrado atualmente pela argentina Inframerica e Infraero. Foi inaugurado há 61 anos.

4º – Aeroporto Internacional Tom Jobim, Galeão, no Rio de Janeiro

O aeroporto, que tem a maior pista de pouso e decolagem do país (quatro mil metros), recebeu 15,8 milhões de passageiros em 2016. Dezessete companhias estrangeiras e seis domésticas operam no aeroporto.

De acordo com a RIOgaleão, concessionária que administra o aeroporto, haverá uma expansão de assentos ofertados que atingirá 5% dos passageiros (aproximadamente 500 mil pessoas a mais), com um movimento de cerca de  nove milhões de passageiros para a alta temporada (início do verão até depois do Carnaval).

5º – Aeroporto Internacional Tancredo Neves, Confins, Minas Gerais

Nove milhões e trezentos mil passageiros embarcaram e desembarcaram no terminal em 2016.

6º – Aeroporto Viracopos, Campinas, São Paulo

Teve 8,85 milhões de embarques e desembarques em 2016.

7º – Aeroporto Santos Dumont, Rio de Janeiro

Inaugurado em 1936, recebeu 8,84 milhões de passageiros em 2016. Foi idealizado pelo urbanista francês Alfred Agache na época em que o Rio era capital federal.

8º – Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães, Salvador, Bahia

Com capacidade para 11 milhões de passageiros, é o mais movimentado da região Nordeste, tendo recebido 7,49 milhões de passageiros em 2016.

9º – Aeroporto Internacional Salgado Filho, Porto Alegre, Rio Grande do Sul

É o maior terminal da região Sul, com capacidade para 15,3 milhões de passageiros por ano. Em 2016, 7,4 milhões de passageiros embarcaram e desembarcaram no terminal.

10º – Aeroporto Internacional do Recife, Pernambuco

Ocupando a 10ª posição, o terminal tem uma capacidade de 16,5 milhões de passageiros por ano. Também em 2016, 6,67 milhões de passageiros passaram pelo local.

Situação dos aeroportos do Brasil em comparação com outros países

Segundo relatório da OAG, empresa que analisa a aviação do mundo, 10 aeroportos do Brasil estão entre os mais pontuais mundialmente. Os terminais são divididos nas categorias: pequenos, médios, grandes, muito grandes e mega aeroportos.

A pontualidade leva em conta todo voo que decola ou aterrissa com um atraso máximo de 14 minutos e 59 segundos.

Confira a situação dos aeroportos brasileiros: entre os 20 aeroportos de pequeno porte mais pontuais estão os de:

  • Curitiba (14º lugar);
  • Recife (17º);
  • Porto Alegre (20º).

Entre os médios estão os de:

  • Belo Horizonte (4º);
  • Santos Dumont (6º);
  • Viracopos (12º).

No ranking dos aeroportos grandes mais pontuais estão os de:

  • Brasília (4º);
  • do Rio de Janeiro — Galeão (5º);
  • Congonhas (8º).

Entre os muito grandes está o Aeroporto Internacional de Guarulhos (11º).

Apesar disso, os aeroportos perderam posições no ranking. Entre os dez aeroportos mencionados, sete apresentaram queda no índice de voos que decolaram dentro do horário programado. Só dois tiveram melhora: Santos Dumont e Galeão, ambos no Rio de Janeiro.

Na categoria muito grande, o Aeroporto de Guarulhos caiu da segunda posição (2016) para a 18ª colocação (2017).  O índice de pontualidade do terminal caiu de 85,28% para 79,7%.

Entre os grandes, o aeroporto de Brasília manteve a posição (4ª), mas teve queda no índice de pontualidade. Já o de Congonhas caiu de posição. O do Galeão subiu do 12º lugar (2016) para o 5º.

Entre os médios, o aeroporto de Confins manteve a posição (4ª), apesar de ter tido piora no índice de pontualidade. O aeroporto de Viracopos debutou na lista (12º) e o aeroporto de Santos Dumont subiu do 14º lugar para o 6º.

Entre os pequenos, os aeroportos de Curitiba, Porto Alegre e Recife tiveram piora no índice de pontualidade.  O de Curitiba caiu da 9ª posição para a 14ª. O de Recife da 15ª posição para a 17ª e o de Porto Alegre caiu da 11ª posição para a 20ª.  Os aeroportos de Salvador e Fortaleza deixaram o ranking dos 20 terminais mais pontuais de 2017.

Como você pode notar, saber a situação dos aeroportos enquanto planeja a sua viagem é algo de extrema importância, afinal evita que problemas recorrentes, como atrasos ou cancelamentos de voos, prejudiquem os seus planos.

Quer saber mais sobre a situação dos aeroportos, dicas sobre voos e seus direitos como passageiro? Curta nosso Facebook e Instagram.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn