10 dicas essenciais para você não perder a sua conexão no aeroporto!

Redação Nãovoei.com
Redação Nãovoei.com - 8 de julho de 2019

Na hora de comprar uma passagem aérea para aquela viagem tão planejada, você se depara com algumas opções de voos: diretos (sem desvios entre a origem e o destino), com escala e conexão aeroporto.  Ao escolher voos com conexão, por exemplo, o viajante deve estar ciente de como funciona, qual a diferença entre essa opção e a escala, e quais documentos podem ser exigidos no momento do embarque.

Neste post explicamos o que é a conexão, como ela funciona e damos algumas dicas do que o passageiro deve fazer para se programar e ter uma viagem tranquila. Se mesmo assim perder a conexão, saiba o que fazer nesse caso.

Conexão aeroporto: como funciona

Em voos com uma ou mais conexões, o passageiro tem que desembarcar do avião em outra cidade (diferente da cidade de destino) e aguardar no aeroporto para embarcar em outro avião que o levará para a cidade de destino. Por exemplo, uma pessoa deseja viajar de São Paulo para Londres e compra uma passagem com conexão em Miami, nos Estados Unidos. Ao chegar a Miami, ela deve desembarcar e aguardar pelo avião que a levará para o destino final, em Londres. Em viagens internacionais é comum encontrar voos com mais de uma conexão. Como a viagem é mais longa e cansativa, a passagem costuma ser mais barata que os voos diretos e com uma conexão aeroporto.

Diferença entre escala e stopover

Em um voo com escala, o passageiro não precisa desembarcar e trocar de avião porque, nesse caso, o avião apenas aterrissa em uma ou mais cidades para que outros passageiros embarquem ou desembarquem. O passageiro permanece no avião aguardando o embarque e o desembarque de outros passageiros.

Já o stopover é uma opção para o passageiro que quer conhecer algumas cidades durante  o trajeto.  Esse tipo de conexão permite que o passageiro passe alguns dias em uma cidade intermediária, sem precisar pagar por uma nova passagem ou, em alguns casos, sem pagar até mesmo pela hospedagem (deve ser verificado com a companhia aérea), até prosseguir para a cidade de destino.

O stopover pode ser solicitado em viagens domésticas (com conexões de mais de quatro horas) e internacionais (conexões que duram mais de 24 horas).

10 dicas para ter uma viagem tranquila em um voo com conexão aeroporto

1. Exigência de visto em voos internacionais

Antes de comprar uma passagem aérea de um voo com conexão, é importante verificar se o país onde será feita a conexão e o país de destino exigem visto. Vamos usar como exemplo uma viagem fictícia com saída de São Paulo com destino a Alemanha e com conexão nos Estados Unidos. Os brasileiros não precisam de visto para entrar na Alemanha em viagens de turismo com duração de até 180 dias, mas para entrar nos EUA, sim, mesmo que seja apenas para ficar aguardando um voo no aeroporto. Sem um visto americano, o viajante não é autorizado em embarcar no voo em São Paulo, pois não poderá entrar em solo americano.

2. Aeroporto da conexão

O passageiro deve verificar atentamente se o aeroporto entre os dois voos de conexão é o mesmo. Já imaginou desembarcar em um aeroporto e descobrir que seu próximo voo sai em alguns minutos de outro aeroporto?

3. Cuidados no check-in

No momento do check-in é bom conferir as informações da etiqueta anexada à mala, principalmente o destino de entrega da bagagem. Usando ainda a viagem São Paulo-Miami-Alemanha como exemplo, tire todas as suas dúvidas sobre a bagagem e check-in: se ela deverá ser retirada no aeroporto de conexão (Miami), se ela será despachada até o destino final (Alemanha), se você precisará fazer check-in novamente no aeroporto de conexão, entre outras.

4. Terminais diferentes dos voos

Na maioria das vezes as conexões são feitas no mesmo aeroporto, mas isso não significa que serão no mesmo terminal. Esse é outro detalhe que o viajante deve ficar bastante atento para não perder o próximo voo.

Antes de viajar, a dica é consultar o mapa do aeroporto onde você vai desembarcar e embarcar em outro avião. Assim, no momento do desembarque você já saberá se deve permanecer no mesmo terminal ou se dirigir para outro, que pode ficar do outro lado do aeroporto, dependendo do tamanho do mesmo.

5. O que fazer ao perder a conexão

conexão aeroporto

Quando o passageiro perde a conexão por motivo alheio à sua vontade como, por exemplo, atraso ou cancelamento de voo, atraso por demora na transferência de bagagens, primeiramente deve se dirigir ao guichê da companhia aérea que teve o primeiro voo atrasado, ou procurar pela representante da companhia.

O passageiro tem o direito a escolher entre o reembolso integral da passagem, à reacomodação (em um próximo voo da mesma companhia aérea ou de outra) ou à execução do serviço através de outro tipo de transporte. O passageiro que optar pela reacomodação deve receber assistência material da companhia aérea, de acordo com o tempo que ele ficar esperando pelo próximo voo. Se a reacomodação não for feita no mesmo dia, a companhia aérea também deve fornecer hospedagem e transporte aeroporto-hotel-aeroporto para o passageiro.

Exemplo: você embarca em um voo de Porto Alegre para Maceió, com conexão em Belo Horizonte. Devido ao mau tempo, o voo é adiado por duas horas, o que faz com que você desembarque em Belo Horizonte duas horas depois do previsto. Como você tinha uma hora para a conexão aeroporto, à essa altura sua conexão para a capital alagoana já saiu. Então a companhia aérea reacomoda você no próximo voo para Maceió.

6. O que fazer durante a conexão

Dependendo do tempo de duração da sua conexão aeroporto, a espera pode ser cansativa e você pode ficar sem saber o que fazer para se distrair nesse intervalo. Se o tempo de conexão for de cerca de uma hora, é melhor continuar na sala de embarque para não perder o voo. Se for um tempo maior, ao invés de ficar olhando o relógio minuto a minuto e contar os minutos que faltam para você embarcar de novo, aqui estão algumas sugestões para passar o tempo:

  • Explore o aeroporto – Aproveite para conhecer restaurantes, livrarias, duty-free, fazer compras em algumas lojas, etc.
  • Aproveite para observar o vai e vem de pessoas de diferentes partes do mundo.
  • Observe as pessoas sentadas próximas a você e, se tiver uma abertura, pergunte alguém sobre o país onde ele vive, para onde vai,  como é sua cultura, etc.
  • Use o Wi-Fi do aeroporto e coloque a conversa em dia com a família, amigos, namorado.
  • Leia um livro. Você pode continuar a leitura de um livro físico ou e-book que você sempre leva em sua bagagem de mão, ou comprar um novo no aeroporto.
  • Ouça música. Dê um play em suas playlists favoritas e aproveite para conhecer novos cantores.
  • Conheça a cidade ou os arredores do aeroporto. Essa dica vale para quem vai aguardar mais de quatro horas pela conexão e sabe que terá tempo hábil de sair e voltar para o aeroporto, já que é preciso estar no local pelo menos duas horas antes dos voos internacionais e uma hora antes dos voos nacionais.

7. Como não perder a conexão aeroporto?

A melhor forma de não ter problemas com conexões é comprar voos diretos. As tarifas são mais caras, mas a viagem é mais rápida e pode ter menos imprevistos como extravio da bagagem e atraso de voo.

8. Compra de todo o trajeto com a mesma companhia aérea

Comprar todo o trajeto com a mesma companhia aérea evita dor de cabeça. Caso você perca a conexão aeroporto por atraso de voo (por culpa da companhia) receberá reembolso ou compensação da empresa.

Se o passageiro se atrasar, perder o próximo voo e tiver comprado passagens em companhias diferentes, ele terá que pagar uma multa ou comprar uma nova passagem.

9. Durante a conexão aeroporto

Ouça com atenção as instruções dadas aos passageiros em conexão desde o taxiamento do avião até o portão de desembarque. Em caso de dúvidas sobre o seu próximo voo, o ideal é pedir a ajuda de um agente da companhia aérea ou verificar nos painéis o portão referente ao seu voo.

10. Conexão aeroporto nacional e internacional

Nacional: ao desembarcar, o passageiro deve ir até o portão de embarque do próximo voo.

Internacional: ao desembarcar, o passageiro deve passar pela Imigração, se for necessário, seguir para  a Segurança de Conexões Internacionais e ir para o portão de embarque do próximo voo.

Na hora de comprar a passagem aérea é muito importante ficar atento às datas, horários e observar se o voo tem conexão e em qual aeroporto. Em se tratando de passagens em promoção o cuidado deve ser redobrado! Siga essas dicas e saiba como fazer uma boa compra de passagens aéreas na Black Friday!