Descubra os encantos da Ilha da Madeira Portugal e viaje por esse paraíso!

Redação Nãovoei.com
Redação Nãovoei.com - Publicado em 15 de abril de 2021

Portugal é um país que oferece inúmeros atrativos, com destinos variados para todos os públicos e perfis. E uma dessas possibilidades é visitar a Ilha da Madeira Portugal, um balneário incrível e com preços bem mais acessíveis quando o assunto é viajar para a Europa.

Se você quer conhecer mais sobre a Ilha da Madeira, a terra de Cristiano Ronaldo — ou está pensando em viajar para Portugal, veja as dicas importantes que separamos e comece a organizar as próximas férias!

Como chegar à Ilha da Madeira Portugal?

A Ilha da Madeira, embora seja um território português, está localizada a 1.000 km de Portugal, o que significa 2 horas de voo, partindo de Lisboa. Partindo do Brasil, os voos costumam fazer sempre, pelo menos, 1 conexão, que pode ser em Madri ou em Lisboa.

Na Ilha da Madeira, a principal entrada de turistas é pelo Aeroporto Internacional da Madeira Cristiano Ronaldo, que fica a 20 minutos da cidade de Funchal.

Se você não encontrar nenhum voo direto para a Ilha da Madeira, poderá optar por um até Porto Santo, ilha vizinha de onde partem todos os dias um ferry para a Madeira. Outra maneira de chegar à ilha é por meio dos cruzeiros que vão até o porto de Funchal.

Qual é a melhor época para visitar a Ilha?

Você pode visitar a Ilha da Madeira Portugal durante praticamente todo o ano, contudo, o período mais indicado para agendar sua viagem é entre abril a setembro. Pois, nessa época, as temperaturas estão mais altas e chove menos — clima perfeito para aproveitar as praias.

Ao longo de todo o ano, você poderá percorrer as trilhas, fazer passeios de observação de baleias e golfinhos, praticar esportes de aventura ou se deliciar nos restaurantes locais. Contudo, as praias e piscinas acabam sendo mais populares durante o verão.

Mas se você não pode viajar nesse período, a notícia boa é que, na ilha, a temperatura é agradável quase todo o ano. Durante o verão, a máxima é de 25ºC e no inverno a mínima dificilmente é menor que 11ºC (exceto nos picos montanhosos, onde pode nevar).

Além disso, outro dado importante para sua viagem é que a costa sul costuma ser mais ensolarada que a costa norte, e os picos mais elevados, é claro, costumam ser mais frios. Esteja, também, preparado para as inúmeras mudanças no clima durante um mesmo dia, pois você estará em uma ilha, cheia de montanhas e de microclimas.

Onde ficar na Ilha da Madeira Portugal?

A Ilha da Madeira Portugal conta com uma grande rede hoteleira, capaz de receber muito bem seus hóspedes, com opções para todos os gostos — e bolsos! Você encontrará desde resorts e hotéis de luxo, frequentados por diversas celebridades, passando por hospedagens cheias de história até hostels, para quem deseja economizar.

A maioria dos hotéis fica na costa sul, entre o aeroporto e Calheta, sendo que a maior parte se situa na cidade de Funchal, a maior da ilha. Essa região é mais ensolarada e tem o clima mais estável, por isso costuma receber mais turistas.

No Funchal, você também encontrará uma série de restaurantes, lojas, agências de turismo e uma vida noturna mais agitada. Por isso, a cidade costuma ser o ponto de base dos turistas, permitindo acessar facilmente outras regiões da ilha nos passeios.

Mas se, por outro lado, você está buscando sossego e um visual de tirar o fôlego, prefira as demais regiões da costa sul, com vilarejos que oferecem boa estrutura para descanso.

De qualquer forma, você encontra boas opções de hospedagem em toda Ilha da Madeira. Algumas interessantes são as regiões de: Caniço, Câmara de Lobos, Ponta do Sol, Ribeira Brava e Calheta. Próximo ao aeroporto, a sugestão é a região de Santa Cruz. Se você prefere se isolar na natureza, opte pela Ponta de São Lourenço.

Quem deseja se hospedar na costa norte, pode optar pelas Piscinas Naturais do Porto Moniz, a região de São Vicente ou entre Fajã de Ovelha e o Arco da Calheta.

Como aproveitar bem a Ilha da Madeira?

O que não faltam são atrações na Ilha da Madeira, por isso, a recomendação é que você separe, no mínimo, 5 dias para a viagem.

praia da ilha da madeira portugal

Pico do Areeiro e Pico Ruivo

As belezas naturais são o ponto forte da Ilha da Madeira, e esses dois picos estão entre os pontos mais altos do arquipélago, com paisagens espetaculares. Você pode chegar no alto dos picos de diferentes formas, porém, o jeito mais interessante é fazendo uma trilha a pé para absorver toda essa imensidão natural.

O Pico do Areeiro tem 1882 metros de altitude, sendo o terceiro mais alto da Madeira. Para chegar até ele, você poderá pegar uma estrada que leva até o mirante no topo da montanha — o acesso é gratuito. Caso esteja sem carro, é só contratar um dos passeios oferecidos pelas agências.

Partindo do Pico do Areeiro, você poderá pegar uma trilha até o Pico Ruivo. Ela tem 7 km de extensão (apenas ida) e o caminho ainda passa próximo do Pico das Torres, o segundo mais alto da Madeira.

Se você deixou seu carro estacionado no Pico do Areeiro precisará fazer a trilha ida e volta. Os 14 km são puxados e pouco recomendados para quem não tem um bom preparo físico. Por isso, a maioria dos turistas opta por fazer o passeio com uma agência, seguindo até a Achada do Teixeira (mais 2,8 km de caminhada) e, de lá, pegando o carro para retornar à cidade.

Praias

Não está a fim de caminhar e deseja curtir sol e mar? A Ilha da Madeira conta com belíssimas praias em diferentes ilhas. Mas não espere mar azul e belos coqueiros. Como a ilha tem uma formação vulcânica, suas praias têm características próprias, com grandes pedras roliças ou areias mais escuras (algumas poucas têm areia amarela).

A paisagem não deixa de ser bonita por conta disso, já que as praias são cercadas de falésias ou montanhas — e você poderá mergulhar nas barreiras artificiais que tornam o mar menos perigoso.

As praias mais populares são: Praia Formosa (Funchal), Praia da Calheta e Praia da Machico (ambas com areia artificial), Praia dos Anjos (em frente ao vilarejo da Ponta do Sol) e a Prainha (junto à Ponta de São Lourenço).

Mas se você quer um visual incrível para tirar belas fotos, visite a Praia da Ribeira da Janela. E para curtir um almoço tranquilo à beira-mar, vá a Praia da Fajã dos Padres.

Na ilha vizinha, de Porto Santo, é onde as praias têm faixas de areia mais extensas, e o mar é mais calmo durante o verão. É comum que os turistas da Madeira peguem um ferry e passem o dia em Porto Santo no verão.

Mirantes e teleféricos

As paisagens espetaculares da Ilha da Madeira são o que mais atrai os visitantes. Então, aproveite para tirar belas fotos nos miradouros (nome dos mirantes em Portugal) ou fazer passeios pelos vários teleféricos.

O mirante mais visitado é o Miradouro do Cabo Girão, com uma lindíssima vista para o mar, além da plataforma de vidro a 580m de altura para você caminhar. Outros bons mirantes são: Miradouro do Farol da Ponta do Pargo, Miradouro Ponta do Rosto, Miradouro do Véu da Noiva e Miradouro do Pico dos Barcelos.

Entre os passeios de teleféricos, o mais popular é o Teleférico do Monte, que liga Funchal à freguesia do Monte. Outra boa opção é o Teleférico da Fajã dos Padres.

Golfinhos e Baleias

Impossível ir até a Ilha da Madeira e não observar os golfinhos e baleias. São quase 30 espécies observáveis nas aguas da região. A boa notícia é que esses animais marinhos podem ser observados durante todo o ano.

Entre as espécies mais facilmente encontradas estão o cachalote, o golfinho comum, a baleia Bryde e a baleia piloto.

Esportes de aventura

Quem ama adrenalina, não pode deixar de fora os inúmeros esportes de aventura oferecidos no arquipélago. Você poderá praticar canionismo nas cachoeiras, voar de asa delta, saltar de parapente, descer as montanhas de bicicleta ou fazer alguns esportes marítimos, como surfe, kitesurfe, mergulho, windsurfe etc.

Ponta de São Lourenço

No extremo leste da ilha está a Reserva Natural da Ponta de São Lourenço, uma das paisagens mais exuberantes do arquipélago. Caminhando pela região, você poderá avistar tanto a costa norte como a sul e também a ilha de Porto Santo e as ilhas desertas.

Se você quiser se aventurar pelo local, a sugestão é fazer a Vereda (trilha) da Ponta de São Lourenço que tem mais de 8 km de trajeto, ida e volta, com 2h30 de caminhada. A trilha começa na Baia D’Abra e termina no Cais do Sardinha.

Outra maneira de acessar a Ponta é pelos passeios marítimos, pois várias das rotas de observação de baleias e golfinhos passam pela região — e no verão, muitas embarcações param na área para os turistas mergulharem.

Levadas e veredas

As trilhas que cortam toda a ilha são grandes atrativos da região, afinal, você poderá aproveitar melhor toda a beleza do arquipélago. São mais de 2 mil km de trilhas para percorrer a pé ou de bicicleta.

As levadas são trilhas que margeiam os canais por onde corre água. As trilhas que não estão na margem dos canais são chamadas de veredas. Ambas proporcionam experiências maravilhosas.

Existem opções com diferentes níveis de dificuldades, e as mais famosas são bem sinalizadas, dispensando o acompanhamento por guias. As mais populares são: Levada das 25 fontes, Levada dos Balcões, Levada do Caldeirão Verde, Vereda do Pico do Areeiro, Vereda do Pico Ruivo e Vereda da Ponta de São Lourenço.

Além de todos esses passeios, não deixe de curtir a noite no Funchal, as lojas e o comércio das cidades, além, claro, das inúmeras opções deliciosas da gastronomia local.

Viu só, quantos atrativos incríveis para visitar na Ilha da Madeira Portugal? Aproveite e leia o nosso conteúdo sobre o que pode (ou não) levar na bagagem de mão em voo internacional!