Posso viajar com meu animal de estimação no colo?

Redação Nãovoei.com
Redação Nãovoei.com - 9 de julho de 2018

Você quer viajar com seu animal de estimação e não sabe quais providências deve tomar, quais documentos apresentar e onde ele pode ser transportado? Neste artigo, vamos explicar todas essas questões a você.

O que é necessário para que seu pet possa embarcar em um voo com você, seja em uma viagem nacional ou internacional? Tire suas dúvidas sobre onde seu animalzinho deve ser transportado (em seu colo ou sob o assento) e o que você deve fazer se ele não puder embarcar com você!

Como viajar com o animal de estimação?

Antes de decidir viajar com seu pet é preciso analisar alguns pontos como: é viável viajar com um animal de estimação para meu local de destino? Meu animalzinho gosta de viajar? Animais são aceitos no local em que vou me hospedar?

Mudanças na rotina dos animais afetam seu comportamento, deixando-os nervosos ou assustados. Por isso, é importante verificar previamente se tudo está pronto para receber o seu animal.

Quais os cuidados pré-viagem com o animal?

Antes de viajar, lembre-se de consultar um veterinário para avaliar a saúde de seu pet. Aproveite a oportunidade para tirar algumas dúvidas sobre medicamentos para quaisquer problemas que o animal possa ter durante a viagem como agitação e enjoos.

Quando preparar sua mala, não se esqueça de também fazer a do seu animal, separando comida e itens que ele costuma usar diariamente.

Quais as regras para o transporte de animais domésticos?

Cada companhia aérea tem suas próprias regras sobre como transportar os animais de estimação, ou seja, uma pode autorizar que o animal seja transportado no interior da aeronave e outra pode permitir que ele seja transportado somente no porão da aeronave.

E, além de ficar atento às regras das companhias, você também tem que verificar o que os outros órgãos exigem para o transporte de animais domésticos, que variam de acordo com a viagem que você fará (nacional ou internacional).

O animal de estimação pode viajar no colo?

A resposta é não. O animal deve estar em sua caixa de transporte e ser acomodado sob o assento da poltrona da frente e continuar nesse local durante todo o voo. Essa regra foi criada para garantir a segurança do animal e também para que todos os passageiros e animais tenham um voo agradável. Já imaginou você viajar com um animal de estimação no colo ao lado de um passageiro que não gosta de animais?

Também é obrigatório que o animal esteja em uma caixa de transporte na sala de embarque e desembarque.

Animais de estimação podem viajar com os donos na cabine?

Vamos usar o serviço da Gol como exemplo. Desde o dia 11 de junho, os passageiros da companhia podem viajar com animais de estimação (cães e gatos) na cabine das aeronaves em voos domésticos ou internacionais, desde que cumpridos os requisitos a seguir:

Animais autorizados a viajar na cabine das aeronaves

Animais de pequeno porte (somente cães e gatos), cão-assistente, cão-guia e cão ouvinte. Outros animais de pequeno porte não estão autorizados a embarcar. A idade deve ser superior a quatro meses e o pet deve ter, no máximo, 10 quilos (incluída a caixa de transporte).

Como o animal deve ser transportado

Os animais de estimação podem ser transportados em dois tipos de caixas de transporte. Em uma caixa flexível com 24 centímetros de altura, 32 centímetros de largura e 43 centímetros de profundidade ou em uma caixa rígida com 22 centímetros de altura, 32 centímetros de largura e 43 centímetros de profundidade.

Essas caixas devem garantir o conforto do animal. Como assim?

A caixa tem que ter abertura para o ar circular e espaço suficiente para que o animal mude de posição, possa se mover e dar a volta em torno dele. A caixa não pode ser de madeira, tecido permeável ou palha, pois deve ser obrigatoriamente resistente a vazamentos.

Como solicitar o serviço

O serviço pode ser solicitado depois que você emitir sua passagem aérea ou, pelo menos, com três horas de antecedência (voos nacionais) e 24 horas de antecedência (voos internacionais), se houver disponibilidade, pois somente podem ser transportados quatro animais por voo (caso seja necessário solicitar reembolso de passagem aérea, verifique nosso artigo sobre o assunto). Sendo somente um animal por passageiro e um em cada fila de assentos, de preferência na janela para que os animais fiquem distantes uns dos outros.

Além disso, eles não podem ser acomodados em fileiras que possuam saída de emergência. Antes do embarque, acesse o site da Gol, imprima o Formulário de Solicitação para Transporte de animais, preencha-o e leve- junto com os demais documentos necessários para a viagem.

Ou se preferir, retire o formulário no balcão de atendimento da companhia aérea no aeroporto. Esse documento é obrigatório em qualquer tipo de viagem.

Como levar o animal

Dependendo da raça ou porte de seu animal, ele deve usar focinheira para entrar no terminal do aeroporto, exceto os cães-guia. Se o seu voo é nacional, você deve se apresentar para o check-in junto com seu animal de estimação duas horas antes do embarque. Já em caso de voo internacional, apresentem-se três horas antes do embarque.

Valor do serviço – R$ 200,00 adicional por cada trecho (para passagens compradas no Brasil para voos nacionais ou internacionais).

Documentos do animal para viagens nacionais originadas e com destino no Brasil

Atestado Sanitário (atesta as boas condições de saúde do seu animal de estimação e tem validade de apenas 10 dias), Atestado de Saúde (procure um veterinário dias antes da viagem e solicite o atestado, que deve ser emitido 10 dias antes da data de embarque) e Carteira de Vacinação (o animal deve estar com as vacinas em dia, incluindo a vacina antirrábica).

Documentos do animal para viagens internacionais

Atestado Sanitário (atesta as boas condições de saúde do seu animal de estimação e deve ser emitido 10 dias antes da emissão do Certificado Veterinário Internacional), Atestado de Saúde (procure um veterinário dias antes da viagem e solicite o atestado. Sua emissão deve ser feita 10 dias antes da viagem), Carteira de Vacinação (que deve constar que o animal recebeu a vacina antirrábica há mais de 30 dias e menos de 1 ano) e Certificado Veterinário Internacional (válido apenas para os países membros do Mercosul – Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai – e é válido por 60 dias corridos.

Transporte de animais em outras companhias

  • Latam: É permitido apenas um animal por voo. A solicitação do serviço e a verificação de disponibilidade devem ser feitas com 48 horas de antecedência.
  • Azul: A companhia permite somente até três animais por voo com idade superior a quatro meses.
  • Avianca: Até três animais são permitidos por voo com idade mínima de dois meses.

O que fazer quando seu animal de estimação não pode viajar?

Na Gol, quando seu animal não atende aos requisitos da companhia aérea para viajar na cabine, se ele tiver entre 11 e 30 quilos, ele pode ser transportado no porão dianteiro da aeronave. Se o peso dele for acima de 30 quilos, o transporte é feito via Gollog.

Mas fique atento à lista de raças de cães e gatos que possuem focinho curto que não são permitidas no compartimento de carga: Dogue de Bordeaux, Boston Terrier, Lhasa Apso, Boxer, Buldogue (Americano, Francês e Inglês), Chow Chow, Griffon de Bruxelas, Pequinês, Pug, Pug Holandês, Pug Chinês e Shih tzu.

Você já viajou com seu animal de estimação na cabine da aeronave? Comente contando como foi sua experiência.