Conheça o aeroporto de Jericoacoara com o tour que fizemos sobre ele

Redação Nãovoei.com
Redação Nãovoei.com - 1 de julho de 2019

Quem está planejando viajar de avião para Jericoacoara, um dos destinos mais procurados do Brasil, vai desembarcar no Aeroporto Regional Comandante Ariston Pessoa, mais conhecido como Aeroporto de Jericoacoara.

Por questões ambientas, o aeroporto foi construído na Rodovia Estadual CE-085, em Cruz, município vizinho a Jijoca de Jericoacoara. Vamos conhecer um pouco mais sobre o aeroporto para você planejar sua viagem?

Conheça mais sobre o Aeroporto de Jericoacoara

O Aeroporto de Jericoacoara foi inaugurado no dia 24 de junho de 2017 e fica a 33 quilômetros de Jericoacoara. Antes de sua inauguração, as pessoas que viajavam para Jeri tinham que desembarcar no aeroporto de Fortaleza, o mais próximo à cidade (mais de 300 quilômetros) e ir para Jeri, em uma viagem que durava entre quatro e seis horas, dependendo do meio de transporte. Já o Aeroporto de Jericoacoara fica a 30 quilômetros da vila.

Foram investidos R$ 90,4 milhões nas obras do aeroporto, sendo R$ 14,4 milhões oriundos da Secretaria da Aviação Civil, do Governo Federal, e R$ 80 milhões do Governo do Ceará.

A pista de pouso do aeroporto tem 2,2 mil metros e o estacionamento tem 1,2 mil m². O aeroporto recebeu cobertura externa de palha, decoração com imagens de praias do Ceará, artigos rústicos e estrutura interna do telhado de madeira.

Após o embarque ou desembarque, os passageiros vão para o interior do terminal e chegam a uma sala decorada com fotos de paisagens da região e objetos que dão um clima praiano ao ambiente. Andando pelo terminal, os viajantes encontram frases que são paradas obrigatórias para fotos como “Eu amo Jeri” e “Vem pra Jeri” em letras grandes. Enquanto aguarda o voo, na área segura, os passageiros têm acesso a banheiro, lanchonetes, bebedouro e lugares para sentar.

O Aeroporto de Jericoacoara tem capacidade para receber 600 mil passageiros por ano, o mesmo número de turistas que visitam anualmente o Parque Nacional de Jericoacoara.

Companhias aéreas que voam para Jericoacoara

aeroporto de Jericoacoara

Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), entre junho e o início de dezembro de 2017, o Aeroporto de Jericoacoara recebeu cerca de 105 mil passageiros.

O aeroporto tem voos saindo para São Paulo (quartas, sábados e domingos), Belo Horizonte (terças, quintas e domingos) e Campinas (sábados).

As companhias aéreas que operam no Aeroporto de Jericoacoara são:

GOL

A GOL Linhas Aéreas tem um voo direto que decola de São Paulo todas as quartas, sábados e domingos do Aeroporto Internacional de Guarulhos (GRU) e aos sábados do Aeroporto de Congonhas (CGH). O voo chega no Aeroporto de Jericoacoara em pouco mais de três horas.

Azul

A companhia Azul faz a rota Campinas x Jericoacoara x Campinas todos os sábados. Além disso, há voos com uma ou duas conexões (Belo Horizonte e Recife) todas as terças, quintas, sábados e domingos, saindo de Guarulhos, Congonhas e Viracopos.

Previsão de receber voos internacionais

Segundo o secretário de Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, a previsão é que o Aeroporto de Jericoacoara comece a receber voos internacionais ainda em 2019. Em entrevista para o Diário do Nordeste, em janeiro, ele informou que as obras de infraestrutura no terminal necessárias para receber voos internacionais seriam finalizadas em fevereiro.

As obras no aeroporto devem ser feitas para atender a exigências da Polícia Federal, Receita Federal, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Salas, equipamentos e cabines para verificação de passaportes, por exemplo, são necessários para que essas instituições possam atuar no aeroporto.

Limitação no número de visitantes

Com a chegada do aeroporto e a facilidade de viajar para Jeri, o número de visitantes aumentou. Por isso, um projeto para evitar a degradação das praias da vila saiu do papel em 2017. Desde setembro do referido ano, cada turista que entra na Vila de Jericoacoara tem que pagar uma taxa de turismo sustentável no valor de R$ 5 por dia. Semelhante ao que é feito em Fernando de Noronha, 40% do valor arrecadado tem que ser usado na preservação do meio ambiente.

O governo do estado também estuda limitar o número de visitantes e o acesso de carros particulares ao parque nacional que fica nos municípios de Jijoca de Jericoacoara, Camocim e Cruz.

Como se organizar melhor ao viajar para Jericoacoara

Ao desembarcar no Aeroporto de Jericoacoara, que fica a cerca de 40 minutos da Vila de Jericoacoara, o viajante deve contratar um transfer (que costuma ser oferecido no momento da reserva de hospedagem e custa cerca de R$ 150) ou pegar um táxi. É importante lembrar que o táxi não costuma deixar o turista na vila, sendo necessário pegar outro transporte para chegar, por exemplo, até o hotel.

Quando ir: de julho a dezembro, na alta temporada, as chuvas são raras. Essa é a época mais cara para visitar a vila. De janeiro a maio há risco de chuva. Em junho, fim do outono e início do inverno, é a época mais barata para visitar Jeri. Durante o ano, a vila tem temperaturas mínimas superiores a 22ºC e máximas entre os 30ºC e 35ºC. Essas temperaturas não chegam a incomodar já que, ao ar livre, os ventos aplacam o calor, porém, à noite, o ar condicionado pode ser necessário.

Roteiro: a vila faz parte da Rota das Emoções, que inclui também os Lençóis Maranhenses, no Maranhão, e o Delta do Parnaíba, no Piauí.

Dinheiro: é recomendado sempre levar dinheiro em espécie porque alguns estabelecimentos não aceitam cartão e, como não há agência bancária na vila, quem precisa usar o caixa eletrônico tem que se dirigir a outras cidades. No entanto, a vila oferece uma opção para o viajante sacar dinheiro: ele passa o cartão em um mercado, por exemplo, da mesma forma que faria ao realizar uma compra, e recebe do estabelecimento o valor em espécie, descontados entre 10 e 20% (taxa cobrada).

Nossas dicas sobre o Aeroporto de Jericoacoara foram úteis para você? Então compartilhe o conteúdo nas redes sociais!